Conheça mais um método para acabar com a gordura localizada Hidrolipoclasia Aspirativa Ultrassônica é mais segura e não exige internação

No consultório, uma das mais recorrentes reclamações femininas é a gordura localizada. Muitas não conseguem resultados realmente efetivos com exercícios, dietas ou tratamentos estéticos não invasivos, pois a células de gordura depositadas em determinadas regiões são, de fato, muito difíceis de serem removidas.

Por isso, muitas vezes a única solução para resolver esse problema é recorrer à cirurgia plástica. Uma das técnicas que mais emprego para esses casos é a Hidrolipoclasia Aspirativa Ultrassônica (HLPA), que apresenta ótimos resultados.

Ela surgiu da associação de dois métodos já consagrados no mundo da beleza: a lipoaspiração (com micro-cânulas) e a Hidrolipoclasia Ultrassônica, que oferece o melhor resultado em lipoaspiração já existente no mercado. A grande vantagem do procedimento é a não obrigatoriedade da internação hospitalar, pelo fato de ela retirar pequenos volumes de diferentes regiões do corpo.

A grande vantagem do procedimento é a não obrigatoriedade da internação.

O procedimento também é chamado de Hidrolipoclasia Aspirativa ou Lipoaspiração sob anestesia local, sendo a HLPA uma opção bastante segura de tratamento para gordura localizada, por combinar a técnica infiltrativa e a utilização de ultrassom estético.

Particularmente, já realizei mais de duas mil cirurgias deste tipo e a HLPA é realmente uma das melhores alternativas. Ela combina a técnica infiltrativa, que diminui consideravelmente o sangramento na região, e o trabalho conjunto de dois médicos em um mesmo local, sendo um deles cirurgião plástico e o outro especialista em estética.

O paciente não precisa ficar internado, podendo retornar às suas atividades normais já no dia seguinte.

Além disso, vale destacar que a HLPA causa menor trauma local, possibilitando assim uma recuperação mais rápida. O paciente não precisa ficar internado, podendo retornar às suas atividades normais já no dia seguinte, o que expõe a menos riscos de contrair infecções, por exemplo.

No entanto, deve ser realizada em sala cirúrgica totalmente equipada e preparada para dar ainda mais segurança aos pacientes. A HLPA tem, ainda, outros diferenciais, como a aplicação de anestesia local e a remoção de até 1.500 ml por área tratada. Em geral, se aspira uma área por vez para não ultrapassar a dose tóxica de anestésico no organismo.

Outro dispositivo interessante é a participação ativa do (a) paciente em todo processo, inclusive no final quando ele (a) opina sobre o resultado.

Entretanto, antes de fazer a HLPA são necessárias algumas medidas, como realizar uma anamnese minuciosa, pois a indicação do procedimento é a mesma de uma lipoaspiração clássica de pequeno porte. Também são solicitados exames pré-operatórios e o médico fica encarregado de esclarecer detalhadamente o procedimento ao paciente para que possa estar ciente de todos os aspectos que envolvem o procedimento.

Já no pós-operatório, é preciso utilizar uma cinta elástica compressiva entre, aproximadamente, duas e quatro semanas e o paciente ainda é orientado a iniciar sessões de drenagem linfática manual dois dias após o procedimento. A massagem poderá ser realizada de de duas a três vezes por semana por um período de quatro a cinco semanas.

http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/13906-conheca-mais-um-metodo-para-acabar-com-a-gordura-localizada.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FALE ON LINE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores